Páginas

PESQUISE NESTE BLOG

domingo, 22 de janeiro de 2012

O Espião que sabia demais

Esse novo filme do sueco Thomas Alfredson era bem esperado desde que ele ficou conhecido por essas bandas pelo ótimo "Deixa ela entrar" e também pelo ótimo elenco reunido.

Um belo filme, bem dirigido e fotografado. Infelizmente ficou muito datado e com o fim da guerra fria não provoca mais os mesmos interesses da primeira versão (uma minisserie da BBC de 1979 e que devido ao sucesso ganhou uma continuação em 1982, ambas disponíveis em DVD)

Gary Oldman, que geralmente exagera em suas interpretações cheias de manias, desta vez está mais contido do que nunca, até demais e segue a interpretação anterior de Alec Guiness, frio em excesso. Dificilmente gera empatia no publico que não se interessa por nenhuma personagem,

No meio da mediocridade do cinema atual em especial a safra 2011 com certeza se destacará, mas não causa nenhuma surpresa e a trama ficou com o passar do tempo e os inumeros filmes sobre espionagem dos anos 70 e 80 muito obvia.

Os mais novos, sem muitas referências porém podem aproveitar mais. De qualquer forma, um filme que merece ser visto,

Um comentário:

Kleiton Gonçalves disse...

Li o livro e vi o filme duas vezes! Até resenhei ambos em meu blog!